15 soft skills para líderes de sucesso no mercado de trabalho

Categoria(s): Carreira & Gestão & Liderança
6 de setembro de 2021
por Larissa Florindo

Você já deve saber que ser líder não é só uma questão de status. Na verdade, a liderança envolve inspirar, engajar e direcionar outras pessoas – uma responsabilidade e tanto! Para isso, há uma série de soft skills essenciais. Elas estão por trás de um bom líder para as equipes e para as empresas.

Assim, além de habilidades técnicas, é importante desenvolver suas soft skills para que você aumente suas chances de ser um líder de sucesso.

A importância das soft skills para líderes 

As soft skills são habilidades socioemocionais. É por meio delas que podemos ter uma comunicação eficaz, tomar decisões melhores e criar oportunidades para mais inovação.

A capacidade de liderar com sucesso muitas vezes depende da capacidade do líder de traçar estratégias, ouvir feedback e incorporar as ideias e contribuições de sua equipe. Por isso, é essencial que ele desenvolva as habilidades que você vai ver a seguir.

As soft skills essenciais para uma liderança eficaz

1 – Comunicação

Líderes de sucesso são ouvintes ativos e abertos a feedback e a diferentes pontos de vista. Eles conseguem escutar, se colocar no lugar dos outros e responder sem se deixar levar pelas emoções do momento. Além disso, sabem se expressar de forma clara e direta, sem mal-entendidos.

Entre as habilidades necessárias para uma comunicação eficaz, estão interpretar a linguagem corporal, modular o tom de voz e saber se comunicar por escrito.

2 – Relação interpessoal

Liderar envolve se relacionar, negociar e lidar diretamente com pessoas – não só da sua equipe, mas também clientes e de outras áreas da empresa.

Para isso, os líderes devem saber avaliar as emoções dos outros. Eles devem buscar entender pensamentos, ideias e sentimentos envolvidos nas interações. Isso permite, inclusive, perceber problemas de relacionamento, por exemplo, antes que se tornem graves.

3 – Trabalho em equipe

O bom líder sabe como trabalhar em equipe. Ele sabe compartilhar ideias, contribuir para uma causa comum e ajudar os colegas a ter sucesso. Portanto, ele precisa saber negociar prazos, entender os pontos fortes de cada um e como cada pessoa equipe se complementa. Ou seja, nada daquele líder sozinho, isolado em sua sala. É importante participar e acolher a contribuição de todos.

4 – Motivação

Motivar e inspirar outras pessoas são indicadores de uma liderança forte.

Líderes apaixonados e que compartilham essa paixão com os outros têm mais chances de manter o moral das equipes, o que melhora o desempenho. Para fazer bem isso, é preciso que o próprio líder entenda o que o inspira no dia a dia, o que move sua paixão, e como ele pode expressar isso para os outros.

5 – Pensamento analítico

Para liderar, é preciso ter a capacidade de analisar e avaliar processos e operações. Só assim o líder consegue entender pontos de melhorias para tornar o trabalho de todos mais eficiente e satisfatório. Essa habilidade também ajuda a tomar decisões, pesar opções e prever os resultados de projetos.

6 – Resolução de problemas

Ser capaz de criar soluções criativas para resolver problemas é outra característica altamente desejável para uma liderança bem-sucedida. Mas, isso só é possível se o líder souber avaliar riscos e reduzir impactos negativos, além de escutar o que as pessoas da sua equipe têm a dizer. Assim, ele pode agir rápido quando um problema aparece.

7 – Resolução de conflitos

Os líderes precisam ser capazes de resolver problemas de relacionamento. Para isso, devem dominar técnicas de resolução de conflitos e saber manter a imparcialidade. Eles devem colher o feedback de cada um e trabalhar para que todos se entendam da melhor forma possível. Como o trabalho sempre envolve conflitos, ser capaz de acalmar emoções intensas e manter a harmonia no local de trabalho é muito valioso.

8 – Empatia

A empatia envolve saber abordar colegas de trabalho com gentileza e aceitação, procurando entender o ponto de vista dos outros antes de chegar a alguma conclusão. Cada um tem história e experiências diferentes, que interferem na maneira como reagem a diferentes situações. Cabe ao líder perceber e respeitar essas diferenças.

9 – Compaixão

Trabalhar em equipe requer paciência, aceitação e tolerância. Os grandes líderes entendem que todos cometem erros e abrem espaço para o crescimento de sua equipe. Eles priorizam as necessidades das equipes e entendem o precisam para trabalhar bem. Isso cria também um ambiente favorável para grandes ideias, já que as pessoas se sentem mais confiantes e motivadas.

10 – Confiança

Bons líderes são assertivos e conquistam a confiança das pessoas na equipe. Mas ser confiável não é ser perfeito. Um líder confiante sabe admitir erros e procura melhorar, sendo um modelo para os colegas de equipe. E, por outro lado, líderes confiantes também inspiram os outros a adotarem essa mesma postura, reconhecendo que todos nós temos algo de valor a oferecer e oportunidades de melhorar.

11 – Integridade

A liderança requer ações e valores consistentes. Líderes que agem com integridade se comportam de maneira ética e moral. Ou seja, não tomam decisões impulsivas, que vão contra os seus valores e os valores da empresa. Por isso, sempre fazem a coisa certa. Isso inspira respeito e admiração das pessoas.

12 – Honestidade

A honestidade é a base de uma grande liderança. Os líderes que são abertos e transparentes em suas comunicações com a equipe geralmente têm mais sucesso. Como eles são abertos, as suas equipes não têm medo de más surpresas, confiam em sua palavra e não ficam receosas de assumir erros.

13 – Habilidades de mentoria

Para treinar novos funcionários e ajudar as equipes a implementar planos de melhoria, os líderes devem ser mentores. Afinal, eles não estão ali apenas para conseguir resultados. Eles também devem apoiar o crescimento de cada um de suas equipes, buscando orientar o melhor caminho para cada um. Assim, eles precisam cultivar uma relação próxima e de apoio com cada um de seus liderados.

14 – Planejamento estratégico

Para criar soluções e projetar resultados, o líder deve saber fazer o planejamento estratégico. Ou seja, ele precisa saber avaliar dados e possibilidades, tendo em mente os objetivos do negócio. Para isso, habilidades analíticas e de pensamento crítico são essenciais.

15 – Inteligência emocional

Autoconsciência, atenção plena e habilidades intrapessoais são traços da inteligência emocional.  Portanto, a liderança precisa avaliar suas próprias emoções antes de enfrentar situações. Um exemplo é saber identificar gatilhos que desencadeiam emoções negativas e resolver conflitos internos antes de interagir com os outros. A inteligência emocional também permite que o líder saiba quando é hora de fazer uma pausa, pedir ajuda ou mudar de estratégia.

Conclusão

É claro que existem muitas outras habilidades importantes. No entanto, essas são a base para ser um líder de sucesso. Ainda mais em tempos de trabalho remoto, quando as relações interpessoais estão mais desafiadoras de gerir, as soft skills vão te ajudar a ser o melhor líder para a sua equipe.

É bom lembrar que, por trás de todas essas skills, está também a flexibilidade. Para conseguir se desenvolver e melhorar sempre, o líder deve saber se adaptar às mudanças. Senão, é difícil rever e mudar comportamentos problemáticos ou que precisam melhorar.

O bom líder, assim, encontra maneiras de lidar com novas situações. Ele apoia os colegas de equipe em tempos de mudança e ajuda o time a alcançar tanto o objetivo da empresa quanto individual.

Então, bora começar a se aperfeiçoar para ser um líder de sucesso?

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *