7 qualidades imprescindíveis para ser um bom líder de equipes

Categoria(s): BETTHA & Liderança
12 de julho de 2021
por Evelim Wroblewski

Ser um bom líder de equipes é um processo que nasce com o desejo de se aprimorar constantemente. 

Isso porque os princípios e práticas da liderança de equipes podem ser aprendidos. Mas requerem, essencialmente, ter sensibilidade sobre a natureza e a importância da liderança de pessoas. 

De fato, os verdadeiros líderes nos negócios surgem de um profundo compromisso com os indivíduos. Compromisso esse de criar um local de trabalho que ajude os funcionários a se sentirem parte, a contribuírem e terem a oportunidade de crescer.

Ser líder também é criar as condições favoráveis para que uma equipe atinja seus objetivos.

Mas, afinal, o que é preciso para você ser um bom líder de equipes? É o que você confere neste artigo.

Líder e chefe: o que muda de um para o outro?

Antes de conferir quais são as qualidades imprescindíveis para ser um bom líder de equipes, vale a pena você refletir sobre a diferença entre líder e chefe.

O chefe é aquela pessoa que está hierarquicamente acima das outras, supervisiona tarefas e exige resultados. Já o líder é aquela pessoa que inspira as demais, que atua como mediadora, que pensa e age junto com a equipe.

Muitas vezes, a liderança ocorre de forma natural, sem que o líder seja, necessariamente, um chefe. E quando isso acontece, o profissional ganha o respeito dos colegas pelas suas atitudes frente às diversas situações, não pelo cargo que ocupa.

Quando acontece de o líder ocupar um cargo de chefia, a equipe se desenvolve com mais autonomia, se organiza de maneira mais eficiente e se torna mais colaborativa.

Por outro lado, quando o chefe não é um líder, a tendência é que as coisas se tornem mais difíceis. Os colaboradores vivem muitos conflitos, se tornam inseguros e os resultados são conquistados devido à cobrança, não ao engajamento da equipe como um todo.

A liderança em tempos de home office

Se liderar pessoas frente a frente já é um desafio, manter a união a distância se torna ainda mais complexo.

Cara a cara, você pode visualizar não só a comunicação verbal, mas também a corporal de todos os colaboradores. Você também pode pausar o trabalho durante alguns minutos para fazer um alinhamento entre a equipe e seguir com o trabalho.

A sinergia entre você e a equipe é maior porque estão todos no mesmo local, compartilhando das mesmas experiências. Todos podem tirar dúvidas, esclarecer situações e estabelecer metas mais facilmente.

Porém, quando a equipe é remota, surgem algumas novas questões a serem trabalhadas. Por exemplo, como liderar de forma eficiente em um momento no qual os trabalhadores se cumprimentam por meio de aplicativos e plataformas, em vez de com um aperto de mão? Como manter a conexão uma vez que todos se veem pelo Zoom e não cara a cara?

De acordo com uma pesquisa da Harvard Extension School sobre gerenciamento remoto, a orientação é a seguinte:

“Gerenciar equipes virtualmente pede que os gestores reforcem os fundamentos da boa gestão, o que inclui estabelecer metas claras, realizar excelentes reuniões, comunicar-se com clareza e aproveitar os pontos fortes individuais e coletivos da equipe”

E já que é preciso manter a produtividade, mesmo a distância, liderar uma equipe via gestão remota é uma tarefa que precisa contar com o suporte tecnológico.

Do Whatsapp for Business ao Microsoft Teams, o que não falta são ferramentas de gestão remota para que os trabalhos continuem.

Mas, seja no mundo virtual ou no ambiente da empresa, as habilidades essenciais para ser um bom líder de equipes são as mesmas.

Qualidades de um bom líder de equipes

A liderança é, ao mesmo tempo, uma responsabilidade e um privilégio. E quando falamos de qualidades, o que não falta são temas para detalhar. Confira algumas das mais importantes:

#1 – Visão compartilhada

Esta habilidade tem a ver com a clareza que um líder tem em relação à sua própria visão. E também como ele compartilha isso com seus funcionários, inspirando a equipe e apoiando no que seja necessário. 

Quando você consegue compartilhar o que pensa, o que precisa ser feito e como, tem funcionários mais motivados e capazes de atingir os objetivos desejados pelo negócio. 

Um exemplo disso é quando cada colaborador entende qual é seu papel na organização e como ele vai contribuir para os resultados gerais do empreendimento. 

Conseguir passar essas ideias e informações para os funcionários é parte da sua responsabilidade como líder. Dessa forma, você contribui para que os membros da equipe se sintam mais motivados e conheçam seu propósito.

#2 – Saber ouvir 

Para ser um líder de equipes, você precisa saber se conectar com as pessoas ao seu redor. Além de conversar e ouvir outros líderes, uma qualidade importante é dar valor à opinião das pessoas que vão dizer exatamente o que precisa ser feito.

Saber ouvir é uma das bases das relações interpessoais. Portanto, para ser um bom líder, você precisa ter empatia. 

Se você não escuta o pessoal da linha de frente, que são a cara da empresa, deixa de entender até mesmo o que os clientes querem e o que a concorrência pode estar fazendo melhor. 

Para ser um líder de equipes, você deve estabelecer contato, criar condições diferentes de encontros, coletivos e individuais, para dar chance a todas as formas de interação e ver o que deriva delas. 

#3 – Inspirar respeito

Grandes líderes normalmente ganham o respeito de seus colaboradores, sem ter que exigir nada por isso. Sendo assim, o respeito é a pedra angular do seu sucesso como líder de equipes. 

Mas ganhar respeito leva tempo. Isso acontece quando você tem a capacidade de ser consistente, pontual, responder rapidamente às necessidades das pessoas, saber perdoar erros e mostrar agradecimento por trabalhos bem feitos. 

Conforme você ganha conhecimento e experiência, sabe que vai trabalhar com equipes diversas. Essas diferentes gerações, posturas, capacidades e debilidades convivendo ao mesmo tempo exigem muita flexibilidade, mas também muito respeito entre todos.

Portanto, procure criar uma cultura que valorize a diversidade e que faça bom uso das potencialidades de cada pessoa. 

#4 – Saber delegar

Delegar é uma qualidade fundamental que você precisa desenvolver como um líder de equipes. Além de  ser uma das novas tendências de recursos humanos que foram destaque em 2020, essa habilidade ajuda a empoderar seus funcionários.

Diante disso, permita que os membros da equipe tenham a oportunidade de decidir e conduzir processos de acordo com seus próprios critérios. Isso não significa transferir sua responsabilidade, mas trabalhar com a confiança de que as pessoas que estão ao seu lado farão o melhor.

Foque em resultados, não em horas cumpridas ou apego a processos burocráticos. Dê abertura para a inovação, para a sugestão de novas maneiras de se trabalhar.

Aproveite essa tendência e não caia no risco de ficar micro-gerenciando cada passo dado pela equipe. 

#5 – Fazer o que diz

Cumprir a própria palavra é, sem dúvida, um dos fatores que mais inspira respeito na equipe. Diante disso, no curso de todas as suas decisões e orientações, seja honesto com a equipe.

Para ser um bom líder de equipes, seu discurso deve refletir suas ações e vice-versa. Você deve adotar uma comunicação clara e assertiva com seu time, compartilhando vitórias e derrotas sem tentar se esquivar das consequências.

Não há nada pior do que não atender às expectativas criadas pela própria pessoa. Cumprir os compromissos, ser o mais transparente possível e manter a consistência das palavras e ações é algo que define as melhores práticas de liderança. 

#6- Perseverança e reconhecimento

O sucesso na liderança vem do estímulo à persistência e determinação da equipe. 

Os melhores líderes de equipes têm a habilidade de identificar, nas entrelinhas, quais são as reais dificuldades que impedem os avanços. Com este entendimento, o líder encontra as soluções e sugere os métodos que vão permitir superar cada obstáculo. 

Bons líderes sabem que a perseverança caminha de mãos dadas com o reconhecimento. É o que dá início a um ciclo virtuoso, onde os colaboradores assimilam o conceito de que, se não desistirem e conseguirem seguir em frente, isso proporcionará algum tipo de benefício para eles mesmos. 

Assim, um líder sabe que tem que dedicar certo tempo para elogiar os funcionários por cada trabalho bem feito. 

No final de projetos, por exemplo, os melhores líderes de equipes garantem o reconhecimento dos esforços de todos, comemora em conjunto e mantém a energia do time sempre elevada.

#7 – Persegue o conhecimento, porque ninguém sabe tudo

Por último em nossa lista, mas nem por isso menos importante, está a permanente busca por capacitações e informações que contribuam para a liderança.

Um bom líder de equipes nunca para de aprender. Ele aprende com seus colegas de trabalho, com outros líderes, com literatura específica e com todas as pessoas com as quais se relaciona. 

O líder de equipes, em sua busca de melhorar sua liderança, reconhece quando não sabe algo e está aberto a sugestões de terceiros. Assim, ele inclusive desenvolve melhores habilidades de aprendizado, multiplicando as fontes de onde tira informação. 

E por falar em aprender, nada melhor para saber o que é novidade no mundo da liderança do que consumir os conteúdos mais atualizados. Aproveite para ler outros artigos sobre liderança!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *