Como posso medir os resultados de uma ação de Employer Branding?

21 de setembro de 2021
por Alanis

Conheça quais são os resultados, métricas e indicadores mais importantes para avaliar o sucesso da sua marca empregadora.

Ter uma boa marca empregadora, ou Employer Branding, se tornou uma das grandes preocupações das empresas. Mas, de nada adianta investir em programas para fortalecer sua marca se você não consegue medir os resultados. Assim, as métricas e indicadores (ou KPI’s – Key Performance Indicator) são muito importantes para garantir que suas ações de Employer Branding alcancem os resultados esperados.

E isso é ainda mais importante quando lembramos que um Employer Branding de sucesso é construído aos poucos. Os seus resultados mais efetivos serão percebidos a longo prazo.

Sendo assim, é muito importante assegurar que você não perca tempo com ações que não funcionam, não é mesmo?

Defina metas claras para ter bons resultados

Para começar uma estratégia de Employer Branding, a empresa precisa, primeiro, definir quais são seus objetivos. Eles podem ser, por exemplo:

  • Aumentar o acesso à página de carreiras
  • Diminuir o tempo de contratação na empresa
  • Reduzir o turnover
  • Estimular que os colaboradores sejam embaixadores da marca

Quando a empresa sabe bem onde quer chegar, fica mais simples determinar quais serão as métricas e indicadores de resultados utilizados, assim como periodicidade em que esses dados serão mensurados!

Quais métricas e indicadores devo usar para medir o resultado de uma ação de Employer Branding?

Custo e tempo dedicado por contratação

A eficiência do processo seletivo é um ótimo indicador para medir como os candidatos estão reagindo à sua reputação como marca empregadora.

Para calcular essa métrica, basta dividir os custos totais do processo de recrutamento pelo número de talentos contratados.

Caso os custos diminuam com o tempo, é sinal de que você está atraindo os profissionais que a empresa busca. Mas, se os números permanecerem os mesmos por mais de dois meses, ou aumentarem, atenção!

Isso significa que a empresa não está atingindo seu público-alvo e a comunicação ou alguma das etapas do processo de Employer Branding precisam ser revistas.

Qualidade das contratações e tempo para a produtividade

Não basta só atrair bons talentos, é essencial que eles também tenham fit cultural com a empresa e estejam alinhados ao propósito da organização.

Então, para medir a qualidade de contratação, estabeleça indicadores para mensurar o retorno que os profissionais contratados podem oferecer para a empresa durante um determinado período.

Essa avaliação pode incluir os resultados gerados e quanto tempo eles levam para alcançar a performance esperada – ou equivalente aos profissionais com mais tempo de casa.

Taxa de retenção

A taxa de retenção de talentos é um importante indicador para o Employer Branding.

Para calcular a taxa de retenção, basta escolher um espaço de tempo e aplicar a divisão entre os colaboradores ao final do período determinado pelo número de colaboradores no início da medição x 100.

Por exemplo, se você começou o trimestre com 150 colaboradores e terminou com 135, o cálculo seria: 135 / 150 x 100 = 90% de retenção.

Taxa de indicações

Uma outra maneira de medir os resultados do Employer Branding é avaliar a taxa de talentos que se inscreveram para processos seletivos por indicação de outros profissionais da empresa.

O indicador mede a eficiência do marketing boca a boca positivo, realizado pelos profissionais aos familiares, amigos e conhecidos.

Percepção da marca empregadora

Um dos resultados do Employer Branding é a transformação dos profissionais em embaixadores da marca.

O resultado é consequência da satisfação dos talentos e fortalece a reputação positiva da empresa no mercado.

Portanto, além de acompanhar os resultados das pesquisas de satisfação internas, monitore as opiniões dos profissionais e dos consumidores nas redes sociais.

Além disso, acompanhar publicações sobre a sua empresa em sites de avaliação corporativa, como o Glassdoor, é fundamental para medir a reputação da organização.

A plataforma permite, por exemplo, que você saiba o que os atuais e os antigos colaboradores da organização têm a dizer sobre as experiências deles ali.

Também vale a pena monitorar as reclamações dos consumidores no “Reclame Aqui” e como estão sendo respondidas. Da mesma forma, acompanhe o número de ações trabalhistas que a empresa recebeu nos últimos anos.

Essas são algumas das opções disponíveis para mensurar os resultados das ações de Employer Branding na sua empresa. Mas saiba que é possível criar os próprios indicadores. Basta avaliar os objetivos que você deseja alcançar.

E lembre-se que, se você precisar de ajuda, conte com a nossa expertise e garanta que a sua empresa atinja seus melhores resultados!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *