Entrevista de emprego ou dinâmica de grupo: qual é melhor aplicar?

20 de julho de 2021
por Evelim Wroblewski

Existem diferentes estratégias que você pode usar na hora de selecionar candidatos. Dentre elas, a entrevista de emprego e a dinâmica de grupo.

A primeira costuma ser mais utilizada e até esperada por quem está tentando uma vaga de emprego. Já a segunda, causa algumas divergências: alguns gostam e outros odeiam.

Nesse sentido, é importante que você entenda a diferença entre a entrevista de emprego e a dinâmica de grupo, quando aplicar cada metodologia e quais benefícios você — e a sua empresa — podem obter com cada uma delas.

Continue a leitura e saiba tudo sobre o assunto!

Entrevista de emprego: conhecendo o currículo e a experiência dos seus candidatos

A entrevista de emprego é o momento ideal para você conhecer melhor cada pessoa que pretende trabalhar na sua empresa.

É quando você pode confrontar as informações do currículo com a narrativa do candidato, esclarecer dúvidas e fazer perguntas que sejam estratégicas para entender se ele tem o perfil ideal para o cargo em questão.

Justamente por ter um formato de perguntas e respostas, a entrevista de emprego costuma gerar maior tensão. A pessoa entrevistada tenta antecipar o que o você espera ouvir e pode construir uma narrativa que não seja tão verdadeira assim na prática.

O nervosismo do momento também pode comprometer a performance do candidato e transmitir uma ideia equivocada sobre as competências e habilidades dele, levando a sua empresa a não contratar um bom profissional.

Mas o oposto também pode acontecer: uma pessoa pode parecer muito boa na entrevista de emprego, transmitindo uma ideia que não se concretiza na prática. O que também pode levar você a uma decisão equivocada.

Em resumo, a entrevista de emprego, sozinha, pode não ser a melhor escolha no momento de contratar uma pessoa. Isso porque ela possui limitações que impedem que você conheça de verdade quem está prestes a fazer parte da sua equipe.

Dinâmica de grupo: vendo seus candidatos em ação

Se a entrevista de emprego é um método mais investigativo e baseado em perguntas e respostas, a dinâmica de grupo, por sua vez, tem como principal pilar a ação.

Ela tem como objetivo ver como cada candidato se comporta em determinadas situações, buscando identificar o perfil comportamental da pessoa.

Nesse sentido, as dinâmicas de grupo visam colocar os candidatos em situações de conflito, de tomada de decisão, de trabalho em equipe, dentre outras, para que um profissional habilitado avalie suas reações.

Com base nessa análise, você pode saber se a pessoa tem o fit cultural que a sua empresa precisa ou se ela não se encaixaria muito bem na sua equipe.

É claro que, assim como a entrevista de emprego, a dinâmica de grupo tem suas limitações. Os candidatos sabem que estão sendo avaliados e podem ficar nervosos. Consequentemente, isso pode afetar sua performance na dinâmica.

Por esse motivo, é importante que você crie um ambiente acolhedor, que permita que as pessoas se expressem de forma natural.

Então, qual é melhor: entrevista de emprego ou dinâmica de grupo?

De acordo com a nossa equipe, o melhor é que você use as duas metodologias, respeitando a natureza do cargo a ser preenchido.

Talvez você não precise de uma dinâmica de grupo para contratar uma nova recepcionista, por exemplo. Com base na entrevista de emprego, fica fácil identificar a experiência e a desenvoltura no atendimento.

Agora, quando o cargo exige competências como liderança, gestão de conflitos e tomada de decisão, por exemplo, provavelmente a dinâmica de grupo será indispensável.

Isso porque você não consegue avaliar se uma pessoa realmente tem uma postura de liderança durante uma entrevista de emprego. É algo que você precisa observar na prática. E o que permite avaliar se discurso e prática andam juntos, é a dinâmica de grupo.

A dinâmica de grupo também permite perceber questões mais subjetivas, como respeito à diversidade e à opinião dos demais, por exemplo. Observar a conduta humana no dia a dia é, sem dúvida, a melhor maneira de conhecer uma pessoa.

Portanto, quanto mais competências, habilidades e atitudes um cargo exige, maior é a sua necessidade de aliar dinâmica de grupo à entrevista de emprego. E agora, já sabe qual é o melhor método de avaliação para dar continuidade ao seu processo seletivo?

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *