Endomarketing: o que é e qual a sua importância para o RH?

Categoria(s): BETTHA & Engajamento & Gestão
27 de abril de 2021
por Evelim Wroblewski

Endomarketing é uma estratégia conjunta entre os setores de marketing e recursos humanos que vê os funcionários como clientes internos. Assim, ele busca promover a empresa junto aos seus colaboradores para que se tornem verdadeiros defensores da marca.

Muitas pessoas confundem o endomarketing com a comunicação interna. Porém, os objetivos dessas duas estratégias não são iguais!

Enquanto a comunicação interna se ocupa do lado “social” da comunicação, o endomarketing utiliza de estratégias mercadológicas para gerar engajamento.

Continue a leitura e entenda de uma vez por todas o que é endomarketing e qual sua importância para a gestão de pessoas!

Como se define o endomarketing em uma organização?

No endomarketing, os funcionários são vistos como clientes internos da organização. Nesse sentido, para que se sintam satisfeitos, precisam ter suas necessidades e desejos atendidos. Assim como acontece com os clientes externos da empresa.

Mas o que um funcionário quer?

  • Valorização
  • Boa remuneração
  • Um excelente ambiente de trabalho, entre outras coisas.

Então, para alcançar esses objetivos, a empresa deve desenvolver estratégias de marketing focadas nos trabalhadores, como eventos, promoções e desafios etc.

Por que o endomarketing é importante para o RH?

O principal objetivo do endomarketing é manter os funcionários satisfeitos com a empresa, contribuindo, assim, para a melhora de resultados. E é aí que o RH se beneficia dessa estratégia! Veja só:

Mais motivação

Boa parte das ações de endomarketing nas empresas têm o propósito de melhorar a motivação dos funcionários. Como a organização de eventos e as premiações por produtividade, por exemplo.

Quando as pessoas se sentem motivadas, se tornam mais produtivas e dispostas a se engajar com as iniciativas da empresa. Isso representa mais resultados em menos tempo.

Além disso, pessoas motivadas não faltam ao trabalho e não sofrem de presenteísmo, isto é, estar presente no ambiente de trabalho, mas sem disposição para trabalhar. Sem contar que funcionários motivados também se tornam mais criativos e abertos à inovação, o que é essencial para o crescimento e competitividade da sua empresa!

Melhor integração entre setores

Empresas de pequeno porte não sofrem tanto com o distanciamento entre colaboradores. Mas, à medida que a equipe vai crescendo, a dificuldade em integrar as pessoas e estimular o trabalho em conjunto se torna um desafio cada vez maior.

Então, uma das formas de evitar o isolamento na empresa é investir em endomarketing. Eventos internos, gincanas e programas de job rotation, por exemplo, podem contribuir para melhorar a integração entre funcionários e despertar o senso de equipe.

Além disso, o RH pode observar possíveis causas de mau relacionamento entre departamentos e agir pontualmente para diminuir ou eliminar as barreiras do trabalho colaborativo.

Menor rotatividade de funcionários

O endomarketing também contribui fortemente para a retenção de talentos, evitando o turnover, ou rotatividade de funcionários.

Isso acontece porque, quando as pessoas têm senso de pertencimento e sabem que são valorizadas pelo trabalho que realizam, elas se tornam mais engajadas com a empresa. Também são mais resistentes a outras ofertas de trabalho, afinal, o ambiente é tão importante quanto a remuneração.

Assim, se há menos rotatividade de colaboradores, a equipe se fortalece e se torna mais unida. E isso significa maior sinergia e possibilidade de construção de equipes de alta performance, ou seja, que não necessitam de supervisão constante.

Maior saúde mental

Um dos objetivos do endomarketing é construir um ambiente de trabalho mais saudável, feliz e harmônico. E quando as pessoas se sentem bem na empresa, problemas como ansiedade, depressão e angústia ficam do lado de fora.

Nesse sentido, uma boa estratégia de marketing interno contribui para a saúde mental das pessoas, um tema que se tornou mais evidente ao longo de 2020.

Com sua equipe mentalmente saudável, os afastamentos por saúde e os acidentes de trabalho são reduzidos, o que contribui bastante para uma melhor gestão de RH.

Mas atenção: o endomarketing não pode ser de fachada!

O endomarketing é uma estratégia complementar a outras essenciais, como:

  • Plano de cargos e salários
  • Planejamento de carreira
  • Políticas de comunicação interna etc.

Diante disso, de nada adianta ter uma excelente estratégia de endomarketing se os salários são baixos, o ambiente é insalubre e a rotatividade de funcionários é alta.

Embora muitas empresas acreditem que basta promover um evento de final de ano para que as pessoas esqueçam os últimos 12 meses de desmotivação, na prática, isso não funciona.

Se isso acontecer, seus colaboradores verão o investimento em endomarketing como uma forma de mascarar a falta de políticas de gestão de pessoas efetivas. E isso se transformará em críticas severas à sua empresa e à sua marca empregadora.

Então, se você pensa em criar estratégias de endomarketing, lembre-se que elas precisam ser coerentes com toda a gestão da sua organização. Portanto, entenda como planejar programas de reconhecimento de funcionários e potencialize suas ações de endomarketing e RH!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *