Hard skills ou soft skills: conheça as diferenças e a melhor opção para a sua empresa avaliar

16 de novembro de 2021
por Larissa Florindo

Se há duas palavras que ganharam lugar no vocabulário do RH são as soft skills e hard skills. E, de forma geral, elas aparecem em oposição. Ouvimos que, mais do que nunca, as soft skills são as mais importantes. Por outro lado, vemos a dificuldade de certas empresas em acharem pessoas capacitadas para determinadas hard skills no mercado.

Mas a verdade é que as as duas são relevantes para qualquer empresa. O problema é não ter clareza sobre o que cada uma delas significa e como a organização se beneficia delas.

Mas, antes de falarmos disso, vamos retomar rapidamente o que são essas skills.

O que são soft skills?

Soft skills são habilidades sociais. Elas se relacionam a comportamento, traços de personalidade e hábitos como colaboração, pensamento crítico, perseverança e comunicação. 

Pense desta forma: um designer gráfico talentoso pode impressionar as pessoas com suas criações, mas, se ele constantemente perder prazos ou não ouvir feedback – levando a atrasos ou deixando os clientes chateados -, ele poderá ter problemas ao colaborar em uma equipe.

O que são hard skills?

As hard skills são habilidades técnicas – adquiridas através de estudo e cursos que qualificam o profissional para exercer a profissão.

Um bom exemplo de hard skill é olharmos para um programador de computador. Para que ele possa desempenhar bem uma determinada tarefa, ele precisa dominar as linguagens de programação usadas, assim como as ferramentas adotadas pela empresa. Essas são competências técnicas.

Qual é a mais importante?

Há muitas maneiras pelas quais a falta de soft skills, como confiabilidade, gerenciamento de tempo e pensamento crítico, pode prejudicar um funcionário com fortes hard skills. 

De acordo com o LinkedIn no relatório Tendências Globais de Talentos de 2019, 89% dos recrutadores dizem que quando uma contratação não dá certo, geralmente se resume a falta de alguma soft skill.

Essa pesquisa reflete a importância de considerar não só hard skill, mas também soft skill antes da contratação. Ou seja, para ser um bom profissional, a pessoa precisa da combinação de hard skills e soft skills. Elas se complementam e se potencializam.

Aproveitando o exemplo do programador, este pode ser um profissional extremamente habilidoso em suas hard skills, no entanto, se ele não for comunicativo e claro e não souber compartilhar as ideias com uma equipe, sua contribuição para a empresa será muito menor. Mas, da mesma forma, pouco adianta ele ser ótimo na colaboração com o time se não dominar conhecimentos básicos de sua área de atuação.

Portanto, as hard skills e softs skills se complementam e não são excludentes entre si.

Como ajudar o time a aperfeiçoar hard skills e soft skills?

A beleza das habilidades soft é que elas são altamente transferíveis. Criatividade, responsabilidade e excelentes habilidades de comunicação são úteis em qualquer trabalho. No entanto, como o RH pode saber quais habilidades precisam ser reforçadas ou são mais importantes em suas empresas? 

Realizar uma avaliação de skills ou pesquisa de treinamento pode ser uma ótima maneira de descobrir. Identifique, também, que comportamentos são necessários para que os objetivos da empresa sejam alcançados.

Peça aos líderes que examinem as avaliações de desempenho anteriores dos membros da equipe, para identificar os pontos fracos e fortes. Autoavaliações e relatórios de feedback 360° podem ajudar a priorizar as skills nas quais os funcionários precisam trabalhar.

Também vale se perguntar, por exemplo, qual a forma como os funcionários respondem a e-mails e quais suas atitudes durante as reuniões da equipe. Ao observar os tipos de comportamento, podemos identificar oportunidades melhorias e desenhar práticas de desenvolvimento e treinamento mais assertivas.

Mantenha uma política de melhoria contínua

Tornar um hábito identificar gargalos de hard skills e desenhar políticas de treinamento que respondam exatamente a essas necessidades da sua empresa é essencial para um RH estratégico. Em vez de oferecer treinamentos genéricos, você estará preparando seu time para justamente aquilo que você sabe que precisará mais no futuro. Além de tudo, você estará protegendo sua empresa de ter que buscar, no mercado, as competências que deixou de desenvolver dentro de casa.

Uma outra forma para descobrir quais habilidades são mais necessárias na sua empresa – e que não anula as pesquisas -, é olhar para seus funcionários mais bem-sucedidos. Veja se há certas características que eles compartilham que lhes permitem prosperar no trabalho. Também é recomendado perguntar aos líderes quais são as quatro ou cinco hard skills e soft skills mais necessárias para desempenhar bem o trabalho.

Conclusão

Mais importante do que saber se uma competência é hard ou soft skill, o que precisamos saber é como elas são necessárias ou não para cada posição em nossa empresa. Muitas vezes, porque uma skill está em alta, passamos a priorizá-la em nossas decisões de contratação e promoção, mesmo ela não sendo a mais relevante para o nosso negócio.

Por outro lado, de nada adianta identificar quais são essas competências e não oferecer ferramentas para que gestores e equipes possam desenvolvê-las no dia a dia. Para isso, é importante promover um ambiente que tolere erros e tentativas. Afinal, o aprendizado vem com alguns tropeços pelo caminho e, se não existir um ambiente seguro para tal, a cultura organizacional pode acabar minando o desenvolvimento das pessoas.

Então, considere um local de trabalho que seja seguro psicologicamente e empático para que os funcionários não tenham medo de cometer erros, nem vergonha de fazer perguntas e se arriscar.

Ofereça treinamentos para a qualificação e ferramentas para o desenvolvimento, como feedbacks constantes; além de promover uma troca honesta e rica em mentorias, rodas de conversa e coaching.

Quando o seu time cresce, a sua empresa também cresce – seja no âmbito financeiro, criativo e de inovação.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *